(11) 5087-8861 | secretaria1@anfarlog.org.br

7 ago 2017

Armazenagem

GLP Brasil

“É sempre interessante participar de encontros que debatem temas atuais e geram discussões enriquecedoras”, afirma Ricardo Antoneli, Chief Development Officer (CDO) da GLP Brasil, destacando, entre os assuntos abrangidos pelo 3rd Pharma Supply Chain and Health Brazil, as formas corretas para o armazenamento e logística de medicamentos, cadeia fria e pesquisa clínica. A GLP, líder em instalações logísticas com atuação na China, no Japão, nos Estados Unidos e no Brasil, estará presente no evento, tanto no congresso quanto no pavilhão de exposições.

“Oferecemos instalações modernas para melhorar a eficiência da cadeia de suprimentos e permitir que, dessa forma, os fabricantes, varejistas e operadores logísticos alcancem suas metas de expansão. Nossos empreendimentos estão localizados estrategicamente nos principais centros logísticos, zonas industriais e centros de distribuição urbanos”, informa Antoneli. “No Brasil, gerenciamos uma rede de ativos imobiliários com 3,8 milhões de m² em 36 cidades. Somando a experiência mundial, a GLP está preparada para proporcionar soluções eficientes e atender às demandas específicas dos seus clientes”, completa. A GLP foi classificada como o quarto maior fundo de gestão de Real Estate do mundo pela revista  PERE (Private Real Estate Markets)  e, ano a ano, recebeu diversos prêmios que atestam a qualidade da gestão no desenvolvimento e nas operações do portfólio de ativos.

A atração principal do estande da empresa será um simulador de realidade virtual. “Essa  ferramenta inovadora garantirá uma experiência incrível aos participantes do evento, que poderão voar de helicóptero e conhecer alguns dos principais empreendimentos da GLP”, conta o CDO. “Além do simulador, nosso time estará no estande para dar suporte a todos que queiram conhecer no detalhe nossos empreendimentos e seus benefícios para operações logísticas”, assegura.

No congresso 3rd Pharma, Antoneli apresentará o caso de sucesso  “GLP: A importância do Real Estate para a operação logística farmacêutica”, durante um painel a ser realizado no dia 17 de agosto. “Vou falar sobre a  implantação do centro de distribuição de uma empresa farmacêutica, demonstrando a importância do processo de planejamento e a sinergia das equipes envolvidas neste projeto, tanto do lado do desenvolvedor imobiliário quanto do cliente”, explica. “A ideia é compartilhar um pouco da nossa experiência relacionada à mitigação de riscos inerentes à fase de implantação, que podem trazer prejuízos significativos para  a operação”, finaliza.

RIOgaleão Cargo

“O 3rd Pharma Supply Chain and Health Brazil será, sem dúvida, uma oportunidade de alcançarmos um grande número de atuais e potenciais clientes, fomentando negócios e ratificando nosso papel estratégico na logística do segmento”, declara Gilberto Ribeiro, gerente comercial do terminal de cargas do RIOgaleão Cargo, principal porta de entrada de cargas aéreas do Rio de Janeiro e uma das principais portas de entrada do segmento fármaco do Brasil.

Além de ter um estande na feira, o RIOgaleão Cargo participará de um painel, no qual mostrará sua infraestrutura para atender ao setor. “Proporcionamos ao mercado toda infraestrutura de armazenagem, em recinto alfandegado de importação e exportação (zona primária), para os mais diferentes tipos de carga, além de serviços agregados para atender às necessidades específicas dos nossos clientes”, atesta Ribeiro. “Somos o elo integrador da cadeia logística em zona de fronteira aérea, assegurando aos transportadores, agentes de carga, despachantes, importadores, exportadores, órgãos anuentes e autoridade aduaneira a guarda plena e adequada dos bens”, complementa.

O gerente comercial salienta que o Aeroporto Internacional Tom Jobim se destaca no cenário mundial pela excelência no manuseio e armazenagem de cargas com temperatura controlada. “Somos o único aeroporto das Américas a receber a certificação CEIV Pharma, da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA). Entre os aeroportos, somos o único a contar com um transelevador frigorificado, com 1400 posições de armazenagem, sendo dois ambientes climatizados (2° a 8° e 16° a 22°), bem como com antecâmaras e docas climatizadas. Tudo isso assegura a integridade das mercadorias”, frisa Ribeiro.

Jaqueline Escotero – World Courier

“O 3rd Pharma Supply Chain and Health Brazil  tem uma enorme importância, que não é limitada ao setor de supply, mas para toda a cadeia que envolve as grandes corporações que visam prover o melhor serviço de valor agregado aos clientes”, analisa Jaqueline Escotero, vice-presidente da América Latina da World Courier. “As discussões do evento enriquecem as ideias e os planos de execução. O mercado abre novas fronteiras para a tecnologia, assim como para a inovação em suas mais diversas formas”.

Escotero participará do congresso 3rd Pharma no dia 16 de agosto, como moderadora da mesa redonda “Mulheres que fazem a diferença”. “Irei também apresentar alguns dados e abordarei o papel da mulher no ambiente de trabalho, seus desafios e oportunidades e como ela pode contribuir para o desenvolvimento de colaboradores e clientes”.

Jair Calixto – Sindusfarma

Jair Calixto, gerente de boas práticas, inovação e auditorias farmacêuticas da Sindusfarma – Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo – irá palestrar no painel “A rastreabilidade no combate ao roubo de cargas e à falsificação de medicamentos”, que acontecerá no dia 17 de agosto, no 1º Fórum Internacional de Segurança na Cadeia Logística Farmacêutica. Ele apresentará os elementos técnicos para a rastreabilidade de medicamentos, o contexto da falsificação de medicamentos e ferramentas e tecnologias disponíveis para o aumento da segurança do transporte e distribuição. “Esse evento tem a qualidade de juntar os players em um local e abordar todos os aspectos relacionados à indústria farmacêutica, desde os elementos técnicos até os comerciais. Pode vir a se tornar o único voltado à logística farmacêutica”, salienta.

Luis Renato Guimarães Liveri – Grupo Elfa e Abradimex

“O roubo de cargas e seu impacto na qualidade final do medicamento” é o tema da palestra de  Luis Renato Guimarães Liveri, CEO do Grupo Elfa e secretário executivo da Abradimex – Associação Brasileira dos Distribuidores de Medicamentos Especiais e Excepcionais , que participará do 1º Fórum Internacional de Segurança na Cadeia Logística Farmacêutica no dia 17 de agosto.

Em sua apresentação, ele vai abordar a incidência de roubo de cargas, respondendo às questões: esse tipo de crime é frequente? Como esse fato impacta a qualidade dos medicamentos distribuídos pelas empresas associadas? O que prevê a Lei da Rastreabilidade? Ela pode ajudar a contar os efeitos negativos desses roubos? Como está a adaptação das empresas a essa norma? Quais os desafios para dar maior segurança à distribuição dos medicamentos?

“O encontro se destaca pelo público seleto, com foco na área da saúde, e possibilitará uma visão atual dos temas relevantes desse segmento, proporcionando uma discussão ampla sobre aspectos futuros que impactarão o mercado”, opina Liveri.

Haroldo da Silva – Abit

“A economia brasileira: quais rumos tomar diante das recentes transformações mundiais e no cenário nacional? Uma análise do ponto de vista financeiro e produtivo” é o tema do painel que contará com a apresentação de Haroldo da Silva, consultor da Abit – Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, no dia 17 de agosto, no Congresso 3rd Pharma.

De acordo com ele, a busca por resultados, em um mercado mais concorrido, é um grande desafio. Olhar para cada detalhe da operação e conseguir transformar isso em rentabilidade pode ser a diferença entre tornar a empresa perene ou deixar de existir em pouco tempo. “Porém, momentos como o atual, no qual cada empresa é levada a se repensar, podem trazer muitos ensinamentos. O objetivo será provocar reflexões nos empresários e líderes, para que analisem de que forma podem aproveitar as megatendências (Internet das coisas, indústria 4.0, compartilhamento) e tornarem seus negócios ainda mais sólidos, mesmo perante os desafios atuais”, conta o profissional.

Para Haroldo, o 3rd Pharma é um evento extremamente importante, inclusive internacionalmente. “Hoje, não basta deter informação, que, aliás, é vasta e até mesmo pode levar a decisões equivocadas, caso não se foque apenas no que é relevante. Para se ter uma ideia, no livro ‘Relatório da CIA, 2006: Como será o mundo em 2020’ fica claro que temos em nossas mãos muito mais capacidade de processamento do que tinha a NASA quando conduziu a primeira viagem do homem à Lua. Mas temos aproveitado todo esse potencial para nossos negócios? Assim, ter informação de qualidade é o que interessa, assim como saber de que forma usá-la”, finaliza.

Luciano Finardi  – Celgene Pharma

Entre os palestrantes do evento está Luciano Finardi, general manager Brazil da Celgene Pharma, que fará sua apresentação sob o título “Starting Up”, no dia 16 de agosto, no Congresso 3rd Pharma. “Vou relatar a experiência que vivi, com meus colegas, de iniciar operações de uma empresa farmacêutica multinacional no Brasil. Comparamos tal tarefa à ‘escalada de um dos grandes picos da Terra’, não somente pelo grau de incerteza e dificuldade burocrática que representa, mas pela importância da preparação para múltiplos cenários”, explica.

Para Finardi, ficou muito claro ao longo dessa jornada que a principal tarefa de um country manager e de sua equipe de diretores é transformar uma realidade nacional mutante e, por vezes, sem sentido, em um plano e em uma execução de riscos calculados, controlados e previsíveis. “O objetivo da palestra é compartilhar exemplos do que foi feito, certo e errado”, conta.

Ele considera que o evento é uma dose concentrada, filtrada e dirigida de conhecimento e potenciais contatos relevantes, que demoraria muito para se obter por outros métodos. “Em épocas de pouco tempo e muito que queremos fazer, tal iniciativa encaixa-se bem. Além disso, o efeito do evento será mais duradouro para quem imediatamente aplicar o aprendizado e intensificar os contatos que tiver feito nestes dois dias”, ressalta.

Luiz Alberto Barberini – Bayer

Luiz Alberto Barberini, gerente de operações de manufatura externa para a América Latina da Bayer, também está escalado para mostrar seus conhecimentos durante o evento, no dia 17 de agosto, no 1º Fórum Internacional de Segurança na Cadeia Logística Farmacêutica. Ele irá palestrar sobre a importância da gestão do relacionamento na governança de terceiros. Será uma compilação de apresentações realizadas em Toronto, Boston, Miami e Montreux em 2016 e 2017.

“O 3rd Pharma é importante pela abordagem de um tema em discussão corrente entre empresas farmacêuticas de diversos países. Cada vez mais, a terceirização está presente nos negócios e o modelo de governança da Bayer se alinha com essas tendências”, explica.

Pular para a barra de ferramentas