(11) 5087-8861 | secretaria1@anfarlog.org.br

12 fev 2020

Grupo de Gestão da Qualidade vai definir a eficácia do Sistema

/
Posted By

Obter informações por meio de pesquisa de campo é um dos principais objetivos do Grupo de Gestão da Qualidade, seja por meio de um questionário de pesquisa envolvendo perguntas-chave para aplicação nas empresas ou nivelando a efetividade do Sistema de Gestão da Qualidade dos componentes da cadeia logística como importadoras, distribuidoras, armazenadoras e transportadoras.

Segundo a assessora técnica e coordenadora do grupo, Sonja Helena M. Borges, as empresas que atuam na Cadeia Logística Farmacêutica, como indústrias e demais componentes com expertise em armazenamento e transporte de medicamentos, já possuem uma política da qualidade e sistemas de gestão da qualidade implantados. No entanto, as demandas atuais tratam da necessidade de manter este sistema controlado e dinâmico, focando na contínua melhoria de processos para manutenção da qualidade do produto e excelente atendimento ao cliente, sob gestão de profissionais qualificados.

“As tendências para a implantação dos processos de melhoria contínua são tornar o sistema de gestão da qualidade mais robusto por meio da integração e controle das informações, registros da qualidade, gerenciamento das não conformidades e reclamações, e das ações corretivas e preventivas”, explicou a especialista.

Programas de qualificação de fornecedores

De acordo com Borges, os programas de qualificação de fornecedores de prestadores de serviços logísticos e clientes servem para garantir o cumprimento das boas práticas ao longo da cadeia, o que não significa a efetividade do controle, por várias razões, como o desafio de garantir resultados eficazes em 100% dos procedimentos operacionais como recebimento, gestão de armazenamento e entrega dentro dos prazos por determinado período.

“Esse controle requer estrutura, pessoal suficiente e qualificado para monitoramento de todo o processo até a entrega final, o que é bem desafiador quando nos deparamos com as características geográficas de cada região brasileira”, acrescentou a coordenadora.

Consulta Pública tem impacto no Sistema

Conforme o orientado pela CP 343/17, as empresas deverão possuir um sistema de gestão da qualidade robusto, além de liderança com autonomia, equipe qualificada e controle de todos os processos que possam impactar na qualidade do medicamento.

Para efetividade dessas ações, será necessário investir em infraestrutura, sistemas de informação, equipamentos diversos e principalmente pessoas dispostas a implementar um Sistema de Gestão da Qualidade robusto, realizando continuamente a manutenção desta implementação.

Pular para a barra de ferramentas